Compartilhar no WhatsApp

10/03/2018

CASO DE FEBRE AMARELA SÃO INVESTIGADO NO MARANHÃO

ATENÇÃO

Suspeitas de casos de febre amarela são investigadas no estado

  •  
  •  
Os casos sob investigação foram notificados por Teresina, cujo município de residência é Santa Luzia, e Araguaína, cuja origem é São João do Paraíso

Vacina contra a febre amarela está disponível em unidades básicas de saúde em todo o estado
Vacina contra a febre amarela está disponível em unidades básicas de saúde em todo o estado (Foto: Biné Morais / O ESTADO)










Dois casos suspeitos de febre amarela estão sendo investigados no Maranhão. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde na última quarta-feira, 7, com base em relatórios enviados pelas secretarias de Saúde dos estados brasileiros.

O número levantado de 1º julho do ano passado a 6 de março deste ano, no Maranhão, aponta cinco casos que foram investigados. Em três deles, foi descartado, após conclusão da investigação, algum tipo de relação com a doença.

No período de monitoramento, foram confirmados, em todo o Brasil, 846 casos de febre amarela, dos quais 260 faleceram. No total, foram notificados 3.234 casos suspeitos, tendo sido 1.560 descartados e 828 em investigação, neste período.

Pensando nisso, e com a recomendação do Ministério da Saúde para vacinação das pessoas que viajarem às 217 cidades do Maranhão, as unidades básicas de saúde têm-se mantido abastecidas, e o número de pessoas que procuram a vacina na capital aumentou, mesmo o Governo do Estado descartando um possível surto da doença.

O bombeiro Aldenor Costa, de 23 anos, decidiu se vacinar preventivamente. “Eu trabalho em área de saúde, diretamente, todos os dias. Por isso decidi vir logo ao posto me vacinar, para evitar qualquer tipo de problema que venha enfrentar por não ter me vacinado”, disse.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que 26.464 doses de vacina foram aplicadas em todo o estado e a estimativa é de que, pelo menos 80 mil pessoas receberam imunização. Informou também que possui, atualmente, 165.660 doses de vacinas contra febre amarela e que já distribuiu 151.570 doses para as regionais de saúde.

SAIBA MAIS
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que os casos suspeitos de febre amarela no Maranhão, registrados no informe divulgado no dia 7 de março pelo Ministério da Saúde, tiveram como fonte de informação o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), sendo cinco casos notificados. Um por São Paulo (SP), cujo município de residência do paciente é Bom Jesus das Selvas, foi descartado; um por Teresina (PI), cujo município de residência é Santa Luzia, que está sob investigação; um por Araguaína (TO), cujo município de residência é São João do Paraíso, e está sob investigação; um por Imperatriz (MA) foi descartado e um por São Luís, cujo município de residência é Santa Inês, descartado por critério laboratorial.
Postar um comentário

Ministra Cárme Lúcia afirma o caminho é Democracia

“Democracia é o único caminho”, afirma Cármen Lúcia sobre crise A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, durante sessão em...