18/03/2018

EDUARDO BRAIDE AO GOVERNO DO MARANHÃO

Eduardo Braide confirma sua candidatura a governador do Estado e diz que Flávio Dino faz um governo parecido com o de Roseana Sarne

    




AQUILES EMIR

Em entrevista ao jornal O Imparcial publicada neste domingo (18), o deputado estadual Eduardo Braide (PMN) confirma sua candidatura ao Governo do Estado e a do ex-governador José Reinaldo Tavares a senador. Segundo Braide, quase nada do que vem se falando sobre preferência dos eleitores e alianças partidárias vai se confirmar até as convenções de junho, portanto está confiante de que fará uma chapa em condições de vencer, até porque, como analisa, o eleitor está a procura de um outro nome, que não seja nem Flávio Dino (PCdoB) nem Roseana Sarney (DEM).

O deputado faz duras críticas ao governador Flávio Dino, que estaria montado numa máquina de propaganda que produz algo muito diferente do que existe hoje no Maranhão, onde ainda se registram o os piores indicadores sociais e tem um dos piores índices de educação, apesar da publicidade sobre crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e do programa Escola Digna.

Eduardo Braide recorda ainda que Flávio Dino se elegeu empunhando a bandeira do movimento “Diálogos pelo Maranhão”, porém depois que sentou na cadeira de governador implantou a lei da mordaça. “Tudo aquilo que o governador pregou antes de diálogo, ele está implantando a Lei da Mordaça no Maranhão”, disse ele, acrescentando que o governo atual não tem nada de diferente ao de Roseana Sarney.

Para ele, o atual governo falhou na política de desenvolvimento e não conseguiu implementar a pregação de campanha e sua opositora (Roseana) já teve a oportunidade de fazer muitas coisas pelo Maranhão, ou seja, “acho que o momento é de apostar no novo, e por isso que eu digo que o povo merece um Maranhão de cara nova”.

O deputado diz que na propaganda o Maranhão está de um jeito diferente do que o povo sente e citou o exemplo do Sistema Italuís, pois quem trafega pela BR 135 é bombardeado pela propaganda da nova adutora, porém esta nunca entrou em funcionamento e a população de São Luís continua sendo castigada pelo péssimo serviço de abastecimento d´água. Ele diz ainda que um dos maiores programas do governo é o Escola Digna, com construção e reformas de escolas, porém os indicadores mostram que as crianças do Maranhão têm os piores aprendizados em leitura e matemática.

Ingratidão – Eduardo Braide, ao confirmar que Zé Reinaldo será seu candidato a senador, saiu em defesa do ex-governador, dizendo que ele, “de forma muito injusta, recebeu um tratamento do governador Flávio Dino que não merecia por tudo aquilo que ele representou na vida política do governador e também pelos serviços que já prestou ao Maranhão”.

Ainda no campo da política, ele garante que sua candidatura será apoiada até por prefeitos hoje aliados do governador, cujos nomes não declina para não haver retaliações do Palácio dos Leões, mas que esses apoios serão declarados no momento certo.

Indagado se o seu projeto de concorrer ao Governo visa à eleição de 2020 para prefeito de São Luís, Braide diz que nunca entra numa campanha pensando na futura. Sobre suas chances de vencer, diz que todas as pesquisas indicam ele entre os três primeiros colocados, e na Ilha de São Luís aparece em primeiro lugar, e isto mostra que o povo está a procura de um nome novo, de novas ideias, com projetos para o futuro e não quer uma polarização que vai debater apenas o passado

Postar um comentário

Discurso do presidente Bolsonaro

POLÍTICA 'Poder popular não precisa mais de intermediação', diz Bolsonaro no discurso da diplomação Para presidente eleito, ...